Back Cover
Folhear páginas

Direito animal e ciências criminais

Na obra, autores de diversas áreas abordam temas diretamente relacionados aos direitos dos animais não-humanos. Eles apresentam um panorama na maioria das vezes doloroso, porém verdadeiro, provocando no leitor uma perturbação proveniente da conscientização de que algo precisa ser modificado com urgência.

A reunião de todos os artigos da coletânea constitui um autêntico enfoque criminal/criminológico do Direito Animal.

R$60,00

Fora de estoque

Em 2012, uma conferência em Cambridge, Inglaterra, finalmente proclamou ao mundo a senciência animal, afirmando que animais não-humanos – incluindo mamíferos, pássaros, polvos e muitos outros – possuem substratos neurológicos que geram a consciência. Para nós, amantes e defensores dos animais, isso não é novidade.

Esperamos contribuir para que ocorram mudanças positivas na situação dos animais não-humanos, numa sociedade cujo ordenamento jurídico ainda os considera meros objetos. Desejamos uma boa leitura! E não estranhe se os textos perturbarem você. É sinal de que você também acredita na mudança. E que, felizmente, não é o único!

Gisele Kronhardt Scheffer (Coordenadora)

Título

Direito animal e ciências criminais

Editora

Canal Ciências Criminais

ISBN

978-85-92712-19-8

Ano

2018

Edição

1

Páginas

160

Formato

Impresso

Org.

Gisele Kronhardt Scheffer

Autor

Gisele Kronhardt Scheffer

5 avaliações para Direito animal e ciências criminais

  1. Avaliação 5 de 5

    Daniel Vergílio Rodigheiro Marchioro

    Nunca fui ligado nestas questões de Direito Animal, nem havia parado para pensar sobre o assunto. Quando este livro chegou às minhas mãos (uma amiga me emprestou), comecei a ler com um certo desinteresse. Mas os artigos são ótimos e esclarecedores, e me fizeram compreender que temos que mudar a visão que temos a respeito dos animais. Muito bom mesmo! Recomendo!

  2. Avaliação 5 de 5

    Cristiano Espíndola de Oliveira

    Gostei muito do livro, pois tenho animais (cães e uma gatinha) e sei que eles têm sentimentos, emoções. Agora, após a leitura, vi que o termo é “seres sencientes” e que ainda falta muito para os animais terem seus direitos respeitados. Este livro nos faz pensar, refletir, e isso é muito importante. Parabéns!!

  3. Cassandra Madeira Borges

    Após ler atentamente o livro fiz algumas considerações: a coletânea nos mostra uma realidade ignorada por muitos. O sofrimento animal não pode continuar: abates, abandono, zoofilia, maus tratos e muita omissão por parte do ser humano “racional”. Nós somos as vozes que não são ouvidas, nós sociedade devemos sim dizer um basta à crueldade animal. Repensem de que forma se dá a crueldade, um simples copo de leite tem por trás da extração muita dor, sofrimento, desnutrição e ainda a ignorância do ser humano. GRITEM, POR ELES!!!!

  4. Vatuze Fraga

    Trata-se de uma obra de reflexão, resultado de um envolvimento maduro de pessoas que ainda acreditam em uma mudança em nossa legislação onde animais humanos e não humanos possam ser tratados de forma semelhante, compartilhando de direitos e deveres fundamentais para o bem estar de todos.

  5. Joana S. Oliveira

    O livro Direito Animal e Ciências Criminais veio contribuir de maneira muito embasada para que ocorram mudanças assertivas na qualidade de vida e bem-estar animal. Animais que infelizmente ainda são tratados como meros objetos pela legislação brasileira, não tendo seus direitos assegurados como seres sencientes.

Enviar avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *